Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Jornada de um Estudante

Um Blog sobre aprender, ensinar e criar online.

A Jornada de um Estudante

Um Blog sobre aprender, ensinar e criar online.

Há certos assuntos que os evitamos tanto que até dificuldade temos em escrevê-los. Talvez não queremos aceitar a realidade ou talvez estejamos apenas a adiar o sentimento que isso nos dará para mais tarde. Independentemente do motivo, se sentes essa dificuldade, provavelmente devias de escrever. Escrever dá a clareza que falar e pensar não dá. Escrever é um processo de introspeção em que colocas os teus problemas em papel, olhas por eles, e consegues encontrar a solução por (...)
Na altura das máquinas de escrever, quando ainda não havia computadores, tudo o que era escrito, ficava escrito. Não era possível apagar, alterar ou reformatar. Com isso eram frequentes algumas gralhas. Com a vinda dos computadores, todos estes problemas conseguiram ser corrigidos. Mas, com a resolução de um problema, surgiu outro. O facto de podermos desfazer, apagar e recomeçar tão facilmente tudo o que podemos criar e escrever, leva-nos à dúvida constante se "está bom o (...)
É frequente procurarmos, livros ou artigos de acordo com o tema. Pensando que se gostarmos do tema, as chances de gostarmos do livro serão elevadas. Mas, essa não é a única e se calhar a melhor abordagem. Por mais preferências que haja em certos tópicos, para encontrar um bom livro, por vezes basta encontrar um bom escritor. Alguém que independentemente daquilo que escreva, consegue passá-lo de forma singular. De tal forma, que conseguimos notar quem escreveu apenas pela escrita. Phot (...)
Produzir conteúdo sobre algo que não amamos realmente, nunca é boa solução. Nem no presente, porque iremos estar a dispender tempo a criar algo que não gostamos; nem no futuro, porque se o continuarmos a fazer, não iremos conseguir continuar com essa rotina por muito tempo. Acabando por desistir de um projeto que tinha pernas para andar se o criador apenas se limitasse a expressar o que lhe ia na alma. Seja na escrita, no ramo da música, ou dos vídeos; tudo se torna mais fácil (...)
Em pequenos, ouvimos certamente muitas vezes esta expressão. Tomá-mo-la como regra e passámos a nossa vida toda a fazê-lo. Mas, no mundo digital e no mundo da criação de conteúdos, isso não é preciso e é muito importante que não o façamos. Vou-te explicar porquê. As redes sociais oferecem-nos algo que em pequenos não tínhamos: um megafone colocado constantemente à nossa frente. Isso pode ser tanto bom como mau, como tudo na vida. Mas vamos falar mais detalhadamente dos (...)
Parece que hoje é o teu dia. Independentemente da idade que tenha eu sei que ainda estás aí. A chama ainda não se apagou e soube que até a aproveitas para assar marshmallows. Só tu, realmente. Posso estar mais velho, mais adulto, mais maduro; mas nunca me vais abandonar. Todos temos os nossos momentos de criança, pois brincar não tem idade. Apenas trocámos os carrinhos Hot Wheels por carros a sério e os parques de diversão por lanches à esplanada. O riso continua igual: (...)
Derek Sivers é, entre muitas outras coisas em que já trabalhou, entre artista de circo e palestrante, hoje em dia dedica-se mais à escrita e à produção musical. Ontem fiquei a conhecer o trabalho dele e fui ao encontro do seu Blog. Um blog muito minimalista à semelhança da sua forma de viver e de pensar. Com uma pequena pesquisa, deparei-me com algumas ideias dele sobre como passar da ideia à ação, sem ter (...)
Já deixaste de escrever algo por pensar que isso não seria útil para ninguém? Muitas pessoas cometem esse erro. Mas, a verdade é que essa não é a tua função. O trabalho do criador é criar. O trabalho do público é consumir e avaliar. É impossível saberes se algo é ou não realmente útil, apenas o público o dirá. Pois enquanto algo não é útil para umas pessoas, pode ser útil para outras. Foca-te em criar e permite ao público tirar os benefícios disso. PS: Envia este (...)
14 Mai, 2020

Uma boa ação

Muito se fala de boas ações, Poucos sabem do que elas se tratam. Elas não se encontram espalhadas pelas ruas, mas sim escondidas nos becos sem saída.   Boas ações não são comuns e não acontecem frequentemente, Não é tão simples quanto parece, É dar algo a alguém que pediu muito, E a quem Deus ouviu suas preces.   Uma boa ação é um raiar de sol num dia cinzento. Uma boa ação é o silêncio num noite calma. Uma boa ação é dar algo que não é suposto. E que faz (...)