Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Jornada de um Estudante

Um Blog sobre aprender, ensinar e criar online.

A Jornada de um Estudante

Um Blog sobre aprender, ensinar e criar online.

Estou deitado no sofá, agarrado a uma almofada enquanto sorrio pateticamente. E sorrio porquê? - Perguntam vocês - Porque gosto de me relembrar das coisas que me fizeram feliz no passado. Coisas essas que ainda hoje me colocam um sorriso nos lábios e me deixam feliz no presente. Coisas essas que aconteceram e que se eternizaram desde aí. Coisas essas que não vou esquecer, nunca. Foi tão bom... que não consigo dizer mais nada. Não consigo passar tudo para o papel. E mesmo que (...)
Não sei porque escrevo. Não me identifico nada com isto. Agora pedem-me para escrever o meu elogio fúnebro... Como se fosse morrer agora ou daqui a pouco tempo. Onde é que isso já se viu... Não é por estar ligado à máquina e internado há 1 semana que vou morrer. Posso dizer que não estou nos meus melhores dias, mas acredito ainda ver nascer o sol muitas vezes. Não quero quaisquer elogios fúnebres quando morrer! Não quero frases feitas, não quero mensagens previamente (...)
Nem sabem o que hoje me aconteceu! Estava eu, muito tranquilo e sossegado a jogar plague inc. no meu computador. Sabem, aquele jogo em que tu dás nome a um vírus e tens a missão de aumentar os sinais, sintomas, vias de contágio dele até conseguires, eventualmente, extinguir toda a população terrestre antes que a sociedade encontre a sua cura. No início do jogo dei ao meu vírus o nome de covid-19, pensei que seria um nome bastante interessante para ser utilizado, e assim foi.  Ao (...)
Acordo, olho para para o despertador e ele marca 7h00. Viro e reviro-me na cama, não me consigo levantar. Estou demasiado bem debaixo dos lençóis para sair e enfrentar o frio das manhãs de fevereiro. Mas, após uns bons 15 minutos na ronha, lá me consigo ganhar coragem. Coloco os pés no chão, sinto o frio do soalho de madeira. Frio esse que me percorre a espinha e me dá consequentemente um pequeno arrepio. Soube bem. Dou dois pequenos passos até à janela, levanto as persianas e (...)
Boa tarde, o meu nome é Google e para surpresa de muitos de vós, eu erro. Sim, leram bem, eu erro e não tenho medo de o dizer. Acho engraçado ouvir expressões do tipo "Errar é humano", "Todas as pessoas erram". Isso é verdade e é muito bonito, mas e então as máquinas? Nós não erramos? Tenho-vos a dizer que erramos tanto como vocês. Quando a vocês vos falta algo no vosso pensamento, a nós falta-nos uma linha de programação. Compreendo que confiem em nós para procurar todo (...)
Boa tarde meus pupilos! Sentem-se, ponham-se confortáveis, pois vamos começar uma aula sobre dicas para iniciar e manter relacionamentos. Tudo pronto? Então aqui vamos nós. Hoje vou dar-vos 2 dicas essenciais para, como disse, inicar e manter relacionamentos. A primeira dica que vos quero transmitir é: sejam vocês próprios! Tão simples quanto isso. Se queres conhecer a outra pessoa tal e qual ela é, dá-te a conhecer assim também. Mostra quem és, sem filtros e sem medos de (...)
Os pássaros esta semana deram-nos um tema que me fez lembrar uma TED Talk de Mikhail Varshavski (mais conhecido como Doctor Mike aqui pelas Internets). Nesta conferência ele falou da epidemia do "Eu sei tudo". Referindo que muitas das pessoas que dispendem do seu tempo para ir ao médico, chegam lá e esperam que os médicos tenham resposta para todas as perguntas que lhe façam, quando na realidade não é isso que acontece.   Os médicos estudam muito ao longo do seu percurso (...)
- Não vai correr bem, claro que não vai correr bem. Nunca corre, não é agora que vai correr. Estou farto. Em tudo o que faço há sempre algo de negativo incutido nisso. É injusto e eu não mereço isto! - Mas porque dizes isso? Porque estás a ser tão negativo? - Como é que consigo não ser negativo se a cada coisa que faço o pão cai sempre com a manteiga para baixo? Como se todo o Universo estivesse contra mim. - Se calhar estás a exagerar um bocadinho, não achas? - Bem, (...)
E está quase quase a começar a grande aventura para a qual me inscrevi: o desafio dos pássaros! Não sei se toda a minha ansiedade para começar este desafio está percetível a todos vós, mas a verdade é que estou ansioso e muito! O desafio dos pássaros vai ser o primeiro desafio de escrita que eu alguma vez me inscrevi e participei. Fui acompanhando a primeira edição, e ao longo dela, tive pena de não me ter inscrito inicialmente. Com isso, resolvi inscrever-me agora para não (...)