Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Jornada de um Estudante

Um Blog sobre aprender, ensinar e criar online.

A Jornada de um Estudante

Um Blog sobre aprender, ensinar e criar online.

Estudante ou não, todos temos tarefas com as quais nos comprometemos todos os dias. Tarefas essas que por vezes não são cumpridas devido a fatores tanto externos como internos. Tais como: motivação, procrastinação, gestão de tempo, cansaço, entre outros.

Com isto, quero dar algumas dicas para tentar lutar contra estes problemas. Algumas dicas são mais direcionadas a estudantes, mas acredito que toda a gente consegue beneficiar delas.

- O semestre é uma maratona, não é um sprint. É frequente os estudantes logo nas primeiras avaliações fazerem noitadas. Baixando logo as horas de sono para 4, 5, ou por vezes até menos. Isto é um grande erro. Para além do teu cérebro não estar completamente funcional durante esse dia, o teu corpo vai demorar a recuperar. É importante que metas pelo menos 7 horas de sono, sendo que o ideal eram as 8. Por isso, não te foques numa só avalição, numa batalha; foca-te no semestre como um todo, na guerra em si.

- Estuda com uma folha em branco ao lado. Esta técnica é utilizada de forma a eliminares as tuas distrações. À medida que vais estudando e te deparas com algo que roubou a tua atenção, escreve essa distração no papel e certifica-te que para a próxima o mesmo não acontece.

- Define as tuas prioridades. Ter as prioridades bem definidas é meio caminho andado para as coisas correrem bem. Atenção que, quando falo de prioridades refiro-me àquelas tarefas que eu considero não negociáveis. São tarefas em que eu não penso se as faço ou não, penso sim como as faço. Porque fazê-las é uma prioridade para mim independentemente do que aconteça nesse dia.

- Utiliza a técnica Pomodoro. Esta técnica consiste em trabalhares 25 minutos e descansares 5. Desta forma evitas o burnout e certificas-te que durante aquele curto espaço de tempo, 25 minutos, dás o melhor de ti.

- Desconstrói as tuas tarefas. Desconstruindo as tarefas em tarefas mais pequenas ficas com a noção que o trabalho fica mais fácil. Porque criaste um guião de trabalho. Sabes exatamente o que tens de fazer. Passo a passo, até o trabalho estar concluído.

- Começa! Já tens todos os meios necessários para começar! Não penses em começar, começa logo. A partir daí, o trabalho flui com muito mais facilidade. O difícil é começar.

Espero que tenhas achado as dicas úteis. Aproveito para dizer que não tens de as pôr todas em prática. Podes pegar apenas numa ou duas e acredito que já te vai ajudar e muito. Qualquer melhoria é uma melhoria, independentemente do seu tamanho. Se usas estas dicas ou mesmo outras, partilha comigo para eu as ficar a conhecer e para também dares a conhecer à comunidade daqui do blog.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.