Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Jornada de um Estudante

Um Blog sobre aprender, ensinar e criar online.

A Jornada de um Estudante

Um Blog sobre aprender, ensinar e criar online.

BenFranklinDuplessis.jpg

(foto encontrada aqui)

Recentemente deparei-me com o plano diário de Ben Franklin, muito rigoroso por sinal. Ben Franklin tinha uma rotina que quase parecia impossível de acompanhar, mas a verdade é que parece que ele a acompanhava. Ao ver o plano diário, não admira que ele fosse um homem bastante produtivo.
 

bc021863-2e1b-4ba5-e624-2d93b21f9ac9.png

(foto encontrada aqui)

5-8h: Levantava-se, tomava banho e fazia o seu plano diário. Ter um plano diário é muito importante já que o teu dia torna-se mais automático, com um propósito, sem gastares tempo com atividades que não tenham tanta importância. Neste período ele dedicava-se ao estudo de alguma matéria que estava a aprofundar naquele momento e tomava o pequeno almoço. A parte interessante aqui, é que ele todas as manhãs, logo após acordar, questionava-se " O que de bom posso fazer neste dia?". Gostei especialmente desta parte do diário dele porque muitas vezes as pessoas pensam no que poderiam fazer de bom para elas durante o dia. Ben Franklin não era assim, ele importava-se mais em realizar algo que contribuísse positivamente para todos.
 
8-12h: Trabalho. É incrível como Ben Franklin não refere nenhum descanso, durante estas 4 horas de trabalho. É muito difícil uma pessoa estar concentrada durante tais períodos de tempo, mas a verdade é que Ben Franklin era extremamente produtivo, mas mesmo assim... custa acreditar que ele não tirava pequenas pausas. Parece que isto nunca vamos ficar a saber.
 
12-14h: 2 horas para almoçar e ler um bocado.
 
14-18h: Depois do almoço, tinha mais 4 horas de trabalho intenso.
 
18-21h: Ele "colocava as coisas no lugar". Depois de uma sessão de estudo ou de trabalho é importante voltar a arrumar o material todo, voltar a colocar o local de trabalho neutro. Tanto para descansar a cabeça como para no dia seguinte quando voltarmos ao trabalho não gastarmos energia desnecessária a arrumar o que deixámos desarrumado do dia anterior quando ainda temos muito estudo pela frente. Ele ainda se divertia e ouvia música. No final de tudo, questionava-se novamente, mas desta vez: "O que de bom eu fiz hoje?".  Esta pergunta serve para avaliar se foi um dia produtivo ou não. Se o objetivo inicial do dia foi cumprido ou nem por isso. No caso de não ter sido cumprido,  tem de se pensar no que poderá ter acontecido para que nos dias seguintes isso não voltar a acontecer. Fazendo assim progresso.
 
21-5h: Ia dormir e no dia a seguir repetia-se a rotina.
 
 
A rotina de Ben Franklin é intensa e muito admirável. Contudo, apresenta algumas falhas, porque não contém hábitos que todas as pessoas devem praticar, como por exemplo praticar exercício físico. Um aspeto que gostei nesta é o facto de deixar todo o trabalho que requer menor concentração e menor gasto de energia para o final do dia. Isso pode ser reproduzido para as nossas rotinas. Trabalhos como: verificar mail, navegar nas redes sociais, arrumar, entre outros... são deixados para o fim, para que não se gaste energia desnecessária que poderia ser utilizado em tarefas que serião realmente importantes. 
 
O que acham desta rotina? 
Espero que tenham achado útil,
Gonçalo

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.