Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Jornada de um Estudante

Um Blog sobre aprender, ensinar e criar online.

A Jornada de um Estudante

Um Blog sobre aprender, ensinar e criar online.

Existem momentos da nossa vida em que nos apercebemos que nos falta alguma disciplina. Adiamos tarefas que podíamos meter hoje em dia. Dizemos constantemente a nós próprios que amanhã vai ser diferente, mesmo sabendo que são raros os casos em que isso acontece de facto. Entre outros exemplos. A disciplina é realmente algo que muitos ambicionam e que muitos também não conseguem criar. Então, como criar e interiorizar a disciplina na nossa vida? Nos últimos oito meses e vinte e um (...)
Há uns anos atrás deparei-me com a Impossible List de Thomas Frank. Uma lista em que o próprio incluiu todos os objetivos e desejos que ele quer atingir e realizar durante toda a vida. Nesta lista estão desde as coisas mais simples às mais extravagantes que possas imaginar: como experienciar a gravidade zero.  Influenciado por esta lista cheia de experiências e objetivos, decidi (...)
A busca pelo método perfeito, como se fosse o próprio a elevar-nos ao sucesso. Uma falácia... Uma falácia comum, que eu mesmo já pratiquei. É tão recorrente a procura dos mais diferentes métodos para se realizar as coisas, sejam eles treinos, apps ou mesmo mindsets. Tudo com o intuito de sermos melhores, mais produtivos e eficientes. Mas, todos sabemos que o cerne da questão não se baseia nas ferramentas que utilizamos, baseia-se sim na forma como as utilizamos. Não vale a pena (...)
Existem momentos na nossa vida em que largar é a melhor coisa a ser feita. Muitas vezes temos consciência disso e mesmo assim temos dificuldade em fazê-lo. Talvez por medo, por receio de deitar a toalha ao chão após tanto esforço depositado em algo, não sei. Mas, apesar de qualquer razão, se temos consciência que devemos largar algo, é porque no momento nos faz mais mal que bem. E se isso acontece, é hora de recuar. Temos estes sentimentos nas mais variadas ocasiões. Umas mais (...)
Há uma frase que diz "tu és a média das 5 pessoas com quem passas mais tempo". Eu acredito nessa frase, contudo, não por inteiro. Isto porque uma pessoa não se define apenas pelas pessoas com quem ela se dá. É apenas uma parte disso, isto é um pouco mais complexo. O nosso ambiente externo, define muito aquilo que nós somos e sentimos no dia-a-dia. O problema é que em tempos de isolamento social, o que nós éramos e sentíamos há uns meses para cá, pode ter vindo a mudar. (...)
12 Mar, 2020

Corda bamba

Sou um equilibrista. Um constante equilibrista. Equilibro-me 24 horas sob 24 horas numa fina corda sobre um mar. Um mar onde não consigo ver nada para além dele, mas que, apesar disso consigo ver o meu reflexo. O reflexo de alguém com medo, receio, mas que mesmo assim caminha. Pé ante pé enfrentando o grande nevoeiro que me abraça. Não vejo nada. Olho em redor, está tudo branco. Apenas vejo o meu reflexo na água. Olho para mim, respiro fundo, e continuo o meu caminho. Pé ante (...)
Na vida somos todos girassóis. Procuramos a vida toda, ou pelo menos parte dela, o raio de sol que nos diga para onde nos virarmos e trabalharmos nisso, no tópico que amamos. Uns girassóis demoram mais que outros a encontrar o seu nicho, mas eventualmente chegam todos lá. O mais difícil por vezes não é encontrar um nicho e gostar, mas sim, sair desse e aventurarmo-nos noutro. Toda a incerteza, o receio e o desconhecido, prende-nos a virarmo-nos para o raio de sol mais forte. E não (...)
Ninguém consegue esperar por transportes públicos atrasados. Ninguém quer investir dinheiro hoje para ganhar daqui a 10 anos. Ninguém consegue ficar sentado sem fazer nada sem ficar aborrecido. Ninguém consegue esperar na fila da loja do cidadão sem olhar para a senha pelo menos 20 vezes. Ninguém consegue meter o trabalho hoje, para só ver os resultados daqui a 10 anos. A falta de paciência é algo tão recorrente na sociedade dos dias de hoje. Já imaginaste se isto não (...)
Consistência gera disciplina. Só consegues atingir aquilo que realmente queres se fores consistente. Abraça a responsabilidade e o compromisso e faz o que tens de fazer. Não interessa se fazes pouco a cada dia, interessa sim que o faças e que te mantenhas consistente. Pequenos passos, pouco a pouco, ao fim de algum tempo os resultados virão.
O sucesso é desejável por muitos. É visto como um mar de rosas, uma fonte de felicidade e positivismo. A verdade é que não é assim. Todo o sucesso tem um lado obscuro. E os que dizem que não tem, isso não significa que não existe, mas que ainda não o encontraram. Para se chegar ao sucesso, tem de haver sacrifício. Tem de se abdicar de coisas para se conseguir ter outras. Seja abdicar de tempo, disponibilidade, relações e/ou outras tantas. Mas sinto que muitas vezes essa parte (...)