Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Jornada de um Estudante

Um Blog sobre aprender, ensinar e criar online.

A Jornada de um Estudante

Um Blog sobre aprender, ensinar e criar online.

25 Fev, 2020

Dia de máscaras

Hoje é um dia dos quais algumas pessoas exteriorizam o que têm feito até aqui. Acordam, põe uma máscara, saem à rua e festejam o Carnaval. A verdade é que parece que tem sido Carnaval há muito tempo com a quantidade  de máscaras que há pelas ruas e não se sabe. A quantidade de pessoas que se fazem passar por alguém que não são. E eu pergunto-me "porquê?". Talvez por medo, receio ou frustração. Talvez ficam tão contentes pelo Carnaval porque é a única altura do ano (...)
A cabeça anda a mil. Muita coisa no pensamento, muitas coisas que quero fazer. Com isto sinto que as 24 horas que me são disponibilizadas no dia não chegam sequer para fazer metade das coisas que quero fazer. E mesmo assim, encontro-me por vezes a desperdiçar o meu tempo com atividades inúteis. O dilema de querer fazer algo, mas ao mesmo tempo não querer fazer nada... Corrói-me aos poucos e poucos... A cabeça não pára, a cabeça não pára...
Por muito boa pessoa que sejas, lembra-te que não podes agradar toda a gente. Mesmo que queiras, desculpa, não vais conseguir. Pessoas querem sempre mais e mais, tornando-se num ciclo sem fim do qual tu tens de sair o quanto antes antes de te prejudicares a ti próprio. Porque, por muito que queiras ajudar o próximo, lembra-te que também és pessoa. Não metas as necessidades dos outros à frente das tuas, ou, pelo menos, não inconscientemente.  Faz o que podes e quando podes. A (...)
Hoje trago um hábito um bocado diferente dos outros que trouxe no passado aqui para o Blog. Considero-o um hábito pois sinto que ao trabalhar-se nele com consistência, ao longo de um certo período de tempo, ele enraiza-se em nós. Tornando-nos assim melhores pessoas.  A capacidade de ouvir mais e falar menos é algo que é tão valorizado nos dias que correm, mas mesmo assim, são poucos os que tomam a iniciativa de aperfeiçoá-la. Conseguir ouvir mais e falar menos torna-nos menos (...)
17 Fev, 2020

Ultrapassar medos

Sabes quando queres muito alcançar algo, ultrapassar um medo, mas não vês forma de o fazer? Quando queres, queres muito, mas simplesmente tens tido medo de tomar a iniciativa e seguir em frente? Pois bem, não és o único. Isto é mais frequente do que pensas. E sabe a vida, sentir que finalmente as coisas estão a encaminhar-se no caminho certo. O lado positivo no que toca a ultrapassar medos é que basta uma pequena ação para desencadear um bem maior. O que tu pensavas que não (...)
Ninguém consegue esperar por transportes públicos atrasados. Ninguém quer investir dinheiro hoje para ganhar daqui a 10 anos. Ninguém consegue ficar sentado sem fazer nada sem ficar aborrecido. Ninguém consegue esperar na fila da loja do cidadão sem olhar para a senha pelo menos 20 vezes. Ninguém consegue meter o trabalho hoje, para só ver os resultados daqui a 10 anos. A falta de paciência é algo tão recorrente na sociedade dos dias de hoje. Já imaginaste se isto não (...)
É tão bom encontrarmos pessoas que nos ajudam sem nos inferiorizarem. Fazendo sentir-nos bem-vindos, de pessoa para pessoa. Dá gosto trabalhar e conviver com pessoas destas. É como tudo se tornasse tão natural, leve e espontâneo... Sinto tamanha gratidão, pois não é raro encontrar-se pessoas que não estão dispostas a ajudar quem não sabe. Ao invés de ensinar e ajudar, só deitam a pessoa abaixo. Não percebo o que essas pessoas ganham com isso, mas sinto pena delas. Pena por (...)
O sucesso é desejável por muitos. É visto como um mar de rosas, uma fonte de felicidade e positivismo. A verdade é que não é assim. Todo o sucesso tem um lado obscuro. E os que dizem que não tem, isso não significa que não existe, mas que ainda não o encontraram. Para se chegar ao sucesso, tem de haver sacrifício. Tem de se abdicar de coisas para se conseguir ter outras. Seja abdicar de tempo, disponibilidade, relações e/ou outras tantas. Mas sinto que muitas vezes essa parte (...)
29 Jan, 2020

Meu querido peluche

Estou sozinho em casa, sentado numa cadeira em frente à secretária no computador a escrever este post e algo interessante aconteceu quando retirei os olhos do ecrã. Olhei à minha volta e vi-me repleto dos mesmos objetos, decorações e mobílias que vejo todos os dias quando me encontro neste lugar. Até aqui nada de novo, eu sei. Interessante foi o que reparei a seguir. Ao olhar ao meu redor, reparei que a cada objeto que via, direcionava-me para pequenos momentos da minha vida (...)
Lu Xiaojun é um halterofilista chinês que já bateu alguns recordes mundiais, tendo sido campeão olímpico em 2012. Recentemente vi uma entrevista dele que me fez pensar sobre como definimos os nossos objetivos. Algo que mudou a minha forma de pensar e que pode mudar a tua também. Lu Xiaojun na entrevista disse que o objetivo dele nunca foi ser campeão mundial, esse não era o seu foco, mas sim bater os recordes mundiais. Uma vez que batendo o recorde mundial, muito provavelmente ia (...)